Ações Sociais

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos.

Quando as células saudáveis sofrem uma mutação elas passam a se multiplicar de forma descontrolada dando origem a tumores. Existem tumores malignos (câncer) e benignos. O câncer é considerado um grave problema de Saúde Pública mundial. Atualmente, constitui a segunda causa de morte em mulheres brasileiras, sendo que o câncer de mama, de pulmão, cólon, reto e colo uterino são os mais frequentes.

O tratamento de uma doença em fase inicial tende a ser mais fácil do que em estágio avançado. E isso acontece com o câncer. Quanto mais cedo ele é diagnosticado, maior é a probabilidade de cura, sobrevida e qualidade de vida do paciente. Para realizar esse diagnóstico precoce, é importante ficar atento a sinais que podem indicar a doença.  Nesse sentido foram criadas algumas campanhas voltadas à prevenção de doenças como é o caso do Outubro Rosa e Novembro Azul. Você certamente já ouviu falar em alguma dessas campanhas voltadas à prevenção de doenças.

Durante o mês de outubro é realizada a campanha de prevenção do câncer de mama e colo de útero.

É estimada que uma redução de cerca de 80% da mortalidade por câncer de colo de útero possa ser alcançada por meio do rastreamento de mulheres na faixa etária de 25 a 65 anos, com o teste de Papanicolau e tratamento das lesões precursoras com alto potencial de malignidade.

O câncer do colo do útero está associado à infecção persistente por subtipos oncogênicos do vírus HPV (Papilomavírus Humano). A infecção pelo HPV é muito comum. Estima-se que cerca de 80% das mulheres sexualmente ativas irão adquiri-la ao longo de suas vidas.

Na maioria das vezes, a infecção cervical pelo HPV é transitória e regride espontaneamente, entre seis meses a dois anos após a exposição. Um pequeno número de casos a infecção persiste e pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras, cuja identificação e tratamento adequado previne a progressão para o câncer cervical invasivo.

No diagnóstico precoce do câncer de mama insere-se a mamografia e o exame clínico das mamas, enquanto a prevenção secundária do câncer do colo uterino tem se concentrado no rastreamento de mulheres sexualmente ativas através do exame citopatológico do colo uterino “Exame Preventivo”. Faça sempre os exames preventivamente, cuide-se!